Apresentação

A partir da iniciativa entre alguns pesquisadores, oriundos de diferentes universidades e institutos brasileiros, que aplicam a tecnologia conhecida como wetlands construídos no tratamento de águas residuárias de origens diversas, deu-se em 2011 durante o 26º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental, realizado pela ABES em Porto Alegre, a formação do Grupo de Estudos em Sistemas Wetlands Construídos Aplicados ao Tratamento de Águas Residuárias – Wetlands Brasil.

Este grupo tem como objetivo disseminar o conhecimento e as experiências brasileiras relativas à aplicação das diferentes modalidades de wetlands empregados no controle da poluição.

A partir de plataformas virtuais, tais como site ( www.gesad.ufsc.br ), mailing / grupo eletrônico ( wetlands@yahoogroups.com.br  / wetlands-subscribe@yahoogroups.com.br ), blog ( www.wetlandsconstruidos.blogspot.com.br ) e um Boletim Semestral (gesad.ufsc.br/boletins), busca-se efetivar as trocas de experiências e a divulgação de resultados de pesquisas e aplicações de sistemas wetlands construídos.

Destaca-se, também, como referencial na disseminação da informação da realidade e experiências brasileiras, a realização do Simpósio Brasileiro sobre Aplicação de Wetlands Construídos no Tratamento de Águas Residuárias – SW Brasil, com frequência bianual e cuja primeira versão ocorreu no ano de 2013 em Florianópolis/SC, culminando na apresentação de 37 trabalhos técnicos (19 orais e 18 pôsteres) publicados nos Anais do evento (ISSN 2317-4358), com cerca de 150 pessoas envolvidas oriundas de 12 estados brasileiros. Nos dias 11, 12 e 13 de junho de 2015, foi realizado o 2º Simpósio Brasileiro sobre Wetlands Construídos (ISSN 2446-631X), na Universidade Técnológica Federal do Paraná (UTFPR) em Curitiba, e contou com 176 participantes e a apresentação de 18 artigos orais e 33 artigos em formato pôster, representando os Estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e São Paulo, além de diversos países como: Argentina, Cuba, Espanha, Moçambique, Peru e Uruguai.

logo